Visa e o banco Neon apresentaram a autenticação de compras online através da câmera frontal do celular. Bastará o cliente do banco digital olhar para o celular e piscar para assegurar transações e evitar fraudes.

Por ora, essa ferramenta funciona apenas em casos onde o comércio necessita validar a compra mais de uma vez – principalmente em compras maiores, fora do padrão de consumo do cliente em questão. Para compras comuns, valem os mesmos passos de segurança que já existem – normalmente via Código de Segurança do cartão para compras digitais.

Assim que o vendedor requerer do banco a checagem, o cliente recebe um push no celular que permite a escolha da leitura facial como garantia. Caso não queira usar a ferramenta, ainda é possível optar por senha ou por leitura de impressão digital.

Clientes do banco Neon são obrigados a realizar o cadastro de uma selfie assim que abrem a conta. É esse o dado utilizado para checar a informação no momento da autenticação digital, conta o CEO da instituição, Pedro Conrade.

Ainda segundo ele, a ferramenta é a mesma usada por agências de segurança, como o FBI, e utiliza 50 pontos nodais para o reconhecimento facial em questão. “A imagem vira um algoritmo que é comparado ao que já está cadastrado para aquele cliente. Se a comparação for menos de 95,5% acurada, a compra é barrada”, garante. “Nenhuma foto fica no nosso banco de dados e nem no aplicativo”.

Ao garantir o reconhecimento do cliente, a Visa e o Neon oferecem ao comerciante a garantia de segurança e de pagamento em caso de fraude. “É uma forma de incentivar que o comércio use mais esse tipo de pagamento”, explica Percival Jatobá, gerente de Produtos da Visa. “Para o varejista, cobrir uma fraude é terrível, por isso, o Neon entrega a tecnologia e pega esse risco para si”.

Fonte: New Trade.

Compartilhe:

Veja também: