Com a proposta de oferecer rapidez na solução de conflitos, a Câmara de Mediação e Arbitragem é uma alternativa para resolver problemas jurídicos sem recorrer ao judiciário.

Todos os litígios têm prazo máximo de 180 para ser solucionado, o que implica custo menor para as partes envolvidas.

A Câmara de Mediação e Arbitragem conta com árbitros de diversas áreas, ficando a critério das partes a escolha do árbitro que terá o poder de juiz para avaliar o caso.

A lei de Arbitragem (n° 9.307/96), que equipara a sentença arbitral à sentença judicial (entendimento reconhecido pelo STF – Supremo Tribunal Federal), ante o monopólio da Justiça pelo Estado e como forma de aliviar a sobrecarga nos tribunais.

As decisões arbitradas têm força e sentença transitada em julgado – sem possibilidade de recurso – e são executáveis, ou seja, o poder da lei se mantém, mesmo as soluções não sendo dadas diretamente por representantes da Justiça.

Em parceria com a CBMAE e a OAB Santo André, tem como especialidade a pacificação de conflitos extrajudiciais e a solução de litígios, por meio dos institutos da Mediação, Conciliação, Arbitragem e Negociação.