A gestão de benefícios pode agregar tanto à qualidade de vida do colaborador quanto ao desempenho das empresas. Entenda:

Existem diversas empresas, no mercado brasileiro, que oferecem formatos variados de benefícios para os trabalhadores do País. Porém, o que nem todos sabem é que o Vale-transporte (VT) – subsídio oferecido pela empresa aos colaboradores – passou a ser garantido por lei na década de 80, no Brasil.

Hoje, a administração desse item faz parte da rotina da área de Recursos Humanos das empresas. Isso não significa, porém, que o usufruto e o oferecimento desse benefício são simples. Na verdade, para que haja uma gestão justa, prática e econômica do serviço, é ideal até mesmo que companhias contem com parceiros capazes de colaborar não apenas com o fornecimento desse e de outros benefícios, mas com a gestão deles.

Foi nesse contexto que surgiu a Benefício Certo – a empresa mais jovem do setor de benefícios do Brasil, vencedora do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente 2018. “Decidimos dar um passo adiante”, conta Ubirajara Iticava, diretor-comercial da empresa. “Mais do que fornecedores, optamos por ser consultores de empresas para melhores práticas”.

A ideia, que já é colocada em prática com grandes clientes de diversos segmentos da economia brasileira, era desenvolver um modelo de negócio que colaborasse com a gestão dos benefícios, deixando a área de RH das empresas livre do trabalho operacional, tornando-a capaz de assumir posições mais decisivas.

Para tornar isso possível, a Benefício Certo conta com ferramentas que acompanham o uso do VT dos colaboradores das empresas clientes, garantindo que o uso está sendo feito da forma adequada. Com essa gestão feita de forma estratégica e inteligente, como afirma o executivo, todos ganham: o colaborador fica mais satisfeito, passa a ter mais qualidade de vida e, consequentemente, se torna mais produtivo – e isso é um ponto positivo também para as empresas.

Fonte: Consumidor Moderno.

Veja também: