Na última quinta-feira (22), a ACISA sediou a primeira reunião da Missão Santo André Colômbia  para acertar detalhes sobre a delegação empresarial que visitará o país vizinho entre os dias 5 e 6 de junho.

Participaram da reunião representantes de 31 empresas de diversos segmentos da indústria, comércio e serviços, além do sócio-diretor da Tec Mobile e um dos  coordenadores do evento Evandro Barros, do secretário adjunto de Desenvolvimento da Prefeitura Municipal de Santo André e Diretor da ACISA, Evandro Banzato e de Paulo Brusqui, especialista em Relações Institucionais da Investe SP.

Com parceria do Sebrae, Banco do Brasil e Ciesp, esta missão visa levar um grupo de empresários de diversos setores para a Colômbia com a finalidade de diversificar a economia da cidade e desenvolver parcerias estratégicas. Na ocasião, serão realizados encontros de negócios e eventos de networking com empresas e instituições colombianas.

Este projeto nasceu a partir de uma viagem à Colômbia, no final do mês de outubro do ano passado, realizada por Evandro Barros, Evandro Banzato e Evenson Robles Dotto, na época presidente da ACISA. Diante das perspectivas econômicas que a Colômbia apresenta, a entidade comercial, a Prefeitura de Santo André, Ciesp, Sebrae e a Tec Mobile promoveram uma reunião para apresentar a Missão Santo André Colômbia para os empresários interessados em investir no país vizinho.

Atualmente a Colômbia está entre as economias mais promissoras da América Latina e o país encontra-se  em crescimento econômico há cerca de 10 anos consecutivos, com uma média anual de 4%, conforme dados do Banco Mundial. O crescente PIB (Produto Interno Bruto) e o baixo índice de desemprego contribuíram para elevar os interesses de empreendedores brasileiros de investir na Colômbia. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, esse comércio bilateral cresceu 165% entre 2005 e 2014. No país inclusive existem departamentos que tiram dúvidas referentes à legislação, tributação, além de informar quais negócios são mais carentes de investimento.

Veja também: