Como representante da classe empresarial, a ACISA – Associação Comercial e Industrial de Santo André vem a público demonstrar sua indignação quanto à reoneração da folha de pagamentos, medida aprovada pela Câmara dos Deputados, na noite do dia 23 de maio.

Com essa medida, 28 dos 56 segmentos da economia voltarão a contribuir para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) sobre a folha de pagamento, com alíquota de 20% – o que, em tese, dificulta a contratação de novos funcionários.

“Sabemos que é preciso tomar medidas para baixar o preço dos combustíveis, mas não é justo que novamente os empresários tenham que pagar a conta, principalmente num momento em que todos estamos trabalhando para melhoria da economia e diminuição do desemprego no País”, declara Pedro Cia Junior, presidente da ACISA.

Em fevereiro, a ACISA completou 80 anos de fundação e toda a sua diretoria trabalha de forma voluntária. Uma de suas características é ser apartidária e trabalhar com independência, pois não recebe nenhum subsídio público e sua sustentabilidade provém apenas das mensalidades dos associados e pela venda de seus serviços.

Compartilhe:

Veja também: