fbpx
Menu fechado

ACISA pede apoio do poder público para evitar o colapso das pequenas empresas

O crescente número de novos casos de Covid-19 pelo País afora e colapso iminente do sistema de saúde fizeram com que todo o Estado de São Paulo retrocedesse para a fase vermelha do Plano São Paulo. A ACISA – Associação Comercial e Industrial de Santo André, enquanto representante da classe empresarial, entende que é grave a atual crise sanitária, mas não pode deixar de se manifestar diante das consequências que virão com essa medida, principalmente para aqueles comerciantes e prestadores de serviços não enquadrados como essenciais.

“Essa parcela de empreendedores não conseguirá suportar novamente os prejuízos e endividamento se não houver um apoio mais incisivo do poder público”, alerta o presidente Pedro Cia Junior.

Para o dirigente, é lamentável que o comércio responsável, o qual mantém adequadamente todas as orientações e protocolos sanitários seja prejudicado, quando ele contribui fortemente para o desenvolvimento econômico e a geração de emprego e renda. “Além disso, é necessário que haja maior rigor na fiscalização por parte dos órgãos responsáveis a fim de coibir qualquer tipo de aglomeração de pessoas e, assim, evitar a disseminação do vírus e da doença”, completa Pedro Cia Junior.

A ACISA também compartilha da opinião da Facesp – Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo ao apelar para o Governo Federal e ao Congresso para que aprovem com urgência o Auxílio Emergencial e outras medidas para preservação dos empregos. E quanto ao Estado, imediata revogação do aumento do ICMS, além da suspensão dos impostos estaduais e municipais durante os próximos meses, com posterior parcelamento e carência.